A Perlita como substrato e suas aplicações

A Perlita: Substrato melhorador de solos

Existem dois tipos de perlita no mercado: uma que é expandida e outra que não é. A primeira é produzida pelo aquecimento da rocha vulcânica moída, fazendo com que a água de hidratação (água incrustada na rocha) evapore o que produz poros, tornando um excelente retentor de água, além de melhorar a aeração do solo. A segunda é a rocha pura moída, sem passar pelo aquecimento, o que a faz de um ótimo drenante inerte. Muitas vezes, são usadas puras como substrato de germinação e enraizamento de plantas com desenvolvimento lento, bem como substrato para hidroponia, ou incorporadas a outros substratos para complemento.

No mercado, no entanto, os dois tipos de perlite são ocasionalmente vendidos sem especificação na embalagem, portanto deve-se procurar as características de cada tipo. A perlita expandida, que no aquecimento aumenta de 5 a 20 vezes de tamanho, é pouco densa e, por isso, é leve, ao contrário do mineral não tratado que é denso e pesado.

perlita expandida é um ótimo isolante térmico, o que, para sementes recém plantadas, sobretudo em climas quentes, é perfeito, uma vez que deixa a temperatura do solo agradável para a germinação. Além disso, evita o murchamento das plantas cuja causa, em parte, é devido ao aquecimento do solo em dias quentes.

perlita não-expandida é excelente para solos argilosos, fáceis de se encharcarem, visto que ela aumenta a aeração e a drenagem do solo. A não ser por esse motivo, a perlita não-expandida se presta mais para a drenagem em fundos de vaso ou para a cobertura.

Ambos os tipos são inorgânicos e estéreis e, por esse motivo, não oferecem alimentos para pragas. Talvez, por isso, são melhores que a areia, porque, ainda que inorgânica, traz muitas bactérias e vírus, podendo ser prejudiciais às plantas, principalmente as mais novas. Além disso, a aplicação de perlita fina em cima do substrato evita o ataque de fungos, já que, depois da irrigação, mantém a superfície seca, por conseguinte o caule, dificultando a ação do fungo do tombamento. Há autores que defendem que o uso da perlita pode diminuir o trauma do transplante, já que aumenta a capacidade de aderência nas raízes.

 

Substratos_Perlita_550px_

 

A moagem da perlita é diversa, variando-se da grossa à extrafina. Granulometrias maiores são geralmente usadas como material de drenagem ou de cobertura, enquanto em moagens mais finas, a perlita é destinada a substrato.

Nos jardins e vasos, a perlita é uma ótima opção para cobertura e decoração devido a sua cor clara e neutra, podendo substituir a argila expandida. Vale lembrar que a cobertura, seja com perlita ou com outro material, é importante para evitar o ressecamento precoce do substrato pelo ambiente.

 A perlita expandida não só se usa na hidroponia, este substrato é muito recomendado para usar-se como melhorador de terras de cultivo ajudando ás plantas a ter um rápido enraizamento possibilitando que estas alcancem seu amadurecimento mais rapidamente.

Como usar nos cultivos em terra.

No cultivo em solo a perlita pode ser misturada com a terra ou com outros substratos (como a turfa, o húmus de minhoca, o esterco ou substrato vegetal). Neste caso usaremos terra, mas a mesma mistura pode ser realiza com qualquer dos substratos mencionados anteriormente. Em primeiro lugar precisaremos cavar um buraco de uns 15-20 cm de profundidade no lugar onde deseja-se semear ou germinar a plântula, se vai realizar o cultivo em vasos ou sacos colocaremos primeiro a perlita expandida nestes e depois pouco a pouco iremos enchendo o vaso ou o buraco com terra e ao mesmo tempo começaremos a misturar os dois substratos, deste modo conseguiremos que a perlita e a terra fiquem bem distribuídos. A mistura resultante da perlita e a terra tem que ficar numa proporção de 1 a 1. Dita mistura deve cobrir todas as raízes da plântula ate os cotilédones desta.

Com esta técnica facilitaremos o desenvolvimento das raízes das plântulas, o qual permitira que estas tenham maiores possibilidades de absorver os nutrientes, alem de ter um maior crescimento e floração.

 

germinacion_en_agrolita

 

Para uso na germinação ou propagação

A perlita expandida é o substrato mais comum para usar nas bandejas de germinação de sementes ou propagação de estacas, já que seu peso e volume permite que ate as plântulas mais frágeis possam germinar sem dificuldade, alem da alta capacidade para reter líquidos o que diminuirá o numero de irrigações.

Para uso na hidroponia

Pode ser utilizada em hidroponia ou como substrato de cultivo inerte. Na hidroponia é também misturada com vermiculita, fibra de coco e argila expandida para melhorar as propriedades de escoamento, retenção de umidade e oxigenação das raízes.

Não reage com os nutrientes da solução nutritiva na hidroponia (ou água de rega), não possui capacidade de troca catiônica, minimizando o efeito de fototoxicidade causado pelo acúmulo de sais no substrato (como no caso da fibra de coco ou da vermiculita). É um substrato inerte, não libera nem absorve nutrientes, sendo ideal para uso como substrato nos sistemas hidropônicos..

Tem o pH neutro pelo  que pode ser utilizado diretamente, mas sempre é recomendável lavar antes de usar e rebaixar o ph, deixaremos a perlita 24h numa solução nutritiva com um pH de 5.5.

Artigo visto em: http://manualdejardinagem.blogspot.com.br

Alex Balduzzi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.